Mocambique/Covid-19: governo reduz para 20 número de participantes em cerimónias fúnebres

As cerimónias fúnebres em Moçambique passam a realizar-se na presença de um número máximo de 20 pessoas, assegurando uma distância de um mínimo de um metro e meio, anunciou hoje a ministra da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos, Helena Kida.

A medida visa operacionalizar o estado de emergência de 30 dias, decretado em todo o território nacional, com efeito a partir de quarta-feira da semana corrente, e que tem por objectivo travar a propagação da Covid-19, doença viral que já infectou quase todos os países do mundo inteiro.

A ministra anunciou o facto em conferência de imprensa para a apresentação das medidas de execução administrativa do estado de emergência.

No caso particular de cidadãos vítimas da Covid-19, Kida disse que o número de acompanhantes não deverá exceder 10 pessoas.

Destacou que para ambos os casos, morte por outras causas ou Covid-19, todos os participantes deverão usar máscaras de protecção.

Num outro desenvolvimento, Kida anunciou que apenas será admitida a entrada de dois visitantes por dia para os doentes internados nas unidades sanitárias.

“Quanto ao doente padecendo da Covid-19, é proibida qualquer visita”, advertiu.

Sobre os estabelecimentos prisionais, Kida revelou que o governo decidiu interditar todas as visitas aos reclusos, mas continua livre a entrega de refeições.

“É garantida a continuação da assistência médica aos cidadãos presos ou detidos doentes”, afirmou.

No caso dos transportes semicolectivos de passageiros, o governo passa a proibir a actividade de táxi-moto, um serviço bastante procurado nas províncias do centro e norte do país, sobretudo na Zambézia, Nampula, Niassa.

Para os transportes semicolectivo de passageiros, “os proprietários das empresas ou dos veículos devem garantir as condições de higiene e seguranças sanitárias”, afirmou a ministra. Advertiu que a violação das normas, sobretudo pela parte do sector privado, poderão culminar com a apreensão do veículo.

Assim, caberá ao Ministério dos Transportes e Comunicações garantir o transporte rodoviário, marítimo e aéreo de pessoas e bens essenciais, bem como a manutenção e funcionamento das infra-estruturas adjacentes aos transportes e comunicações.

O país conta actualmente com 10 casos confirmados de COVID-19, dos quais dois foram anunciados quarta-feira em Maputo.

A Covid-19, um surto que eclodiu na cidade chinesa de Wuhan, em Dezembro último, já provocou mais de 50 mil mortos no mundo inteiro e infectou um número superior a 981 mil pessoas.
(AIM)
Ac/sg

Sexta, 03 Abril 2020 Written by
Página 10 de 224

Temos 244 visitantes e Nenhum membro online

Contacte-nos

Rua da Rádio - 112 - 5º Andar - Caixa Postal 896
+258 21313225/6
+258 21 313196
girl next door gets creampied

http://www.hotmomteenporn.online http://www.sexmagporn.xyz http://www.hpornvideo.xyz xnxx xxx hd videos full free download www.realpornfilms.com xnxx super girl sex videos Sex teen blonde girl fuck, teen porn xxx keez movies youtube school xnxx porn xnxx porn movies young lesbian porn sexy teen porn milf sex video download Brazzers sex sort porn video 18 years indian desi hindi rape jabardasti xxx video on youtube porn video 8 high school student sex scandal video from tondo manila porn movies brunette porn malayalam actress navya nair xxx videos english xnxx fucking videos xnxx sex video indian hot sexy porn xnxx indian porn teen anal porn Sexy girl rubbing her sweet pussy granny mature porn http://www.xxxmobilporn.net http://xxxmobileporno.org