Nyusi no último adeus a Robert Mugabe

15 Set 2019 0 comment  

Adeus MugabeO Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, participou sábado nas exéquias do antigo estadista zimbabweano, Robert Mugabe, um evento que contou com a participação de vários Chefe de Estado e de Governo de países africanos e de várias outras personalidades.

Mugabe, morreu na manhã de 06 de Setembro corrente vítima de doença prolongada em Singapura, onde se encontrava internado a receber assistência médica.

“Estamos aqui em representação do povo moçambicano para dizer o último adeus ao presidente Mugabe”, disse Nyusi, citado pela Rádio Moçambique, emissora nacional

Aliás, disse Nyusi, “nós somos no fundo padrinhos naturais da independência deste povo e ficava totalmente injusto, não nos fazermos presentes neste momento de adeus de um líder que trabalhou para a libertação de seu país e de seu povo, mas que também muito fazia para o crescimento de África”.

Explicou que a afinidade entre os dois países deve-se não só pela proximidade, pois ambos partilham a mesma fronteira mas, sobretudo, pela enorme contribuição que Moçambique deu para a libertação daquele país vizinho.

Nyusi fez questão de fazer menção que Mugabe viveu em Moçambique a partir do ano de 1975 e a sua indicação para dirigir a ZANU, na altura movimento de libertação, foi através de uma conferência que teve lugar em 1977 na cidade de Chimoio, capital da província central de Manica, em Moçambique.

Portanto, disse Nyusi, “vimos aqui dar o nosso ombro e dar a nossa mão ao povo zimbabweano, à família do presidente Mugabe, mas também estamos aqui para dar forte sinal do reforço das relações entre este país e Moçambique”.

Convidado a comentar sobre a posição de Mugabe que defendia que os problemas africanos deveriam ser resolvidos pelos próprios africanos, Nyusi disse estar plenamente de acordo, mas reconheceu que a cooperação internacional é igualmente importante.

“Naturalmente, a realidade mostra que a cooperação internacional é extremamente importante, não podemos nos fechar, não podemos continuar a ficar numa caixa, libertamo-nos da caixa, mas sempre no sentido de que as preocupações dos africanos, ou dos moçambicanos, como é para o nosso caso, só nós é que podemos fazer parte determinante da sua solução”, disse.

Sobre o futuro das relações entre Moçambique e o Zimbabwe, Nyusi assegurouque o governo tudo fará para continuar a manter uma relação saudável, para promover o desenvolvimento dos dois países através da cooperação económica.

Reiterou que essa era uma das apostas de Mugabe na luta contra a pobreza em ambos os países que só pode ganha com o trabalho.
(AIM)
sg/dt

Temos 220 visitantes e Nenhum membro online

Contacte-nos

Rua da Rádio - 112 - 5º Andar - Caixa Postal 896
+258 21313225/6
+258 21 313196