Moçambique/Zambezia: Mae de Manuel de Araújo sofre atentado em Quelimane

16 Set 2019 0 comment  

Um grupo de malfeitores ainda a monte invadiu e incendiou na madrugada de hoje a casa da Inês Mário Alculete, mãe do actual edil da cidade de Quelimane e Cabeça de Lista as Eleições Provinciais na Zambézia (candidato pela Renamo, o maior partido da oposição, a governador da Zambézia), Manuel de Araújo, no bairro Coalane II, na cidade de Quelimane.

Segundo um comunicado de Imprensa do Partido Renamo, na madrugada desta segunda-feira, 16 de Setembro de 2019, indivíduos até aqui desconhecidos e até agora a monte incendiaram a casa da Inês Mário Alculete. ‘’Para lograrem os seus intentos, os criminosos traziam 40 litros de combustível em dois bidões de 20 litros cada’’, lê-se no comunicado, que acrescenta de seguida que ‘’acto contínuo forçaram o guarda a mostrar a janela do quarto da mãe do candidato e disseram que queriam matá-la’’.

A mesma fonte refere que ‘’os malfeitores depois de terem amarrado o guarda, amordaçaram-no e lançaram os 40 litros de combustível para o interior da casa, e de seguida atearam fogo ao quarto da mãe do Candidato’’.

Para a Renamo ‘’esta situação preocupa-nos por se tratar de um atentado a vida de uma compatriota, pelo simples facto de ser progenitora de um candidato, o que viola de forma flagrante não só o espírito como também a letra da Constituição da República de Moçambique, do Acordo de Cessação de Hostilidades, do Acordo Definitivo de Paz de Maputo bem como todos os instrumentos regionais, continentais e internacionais sobre direitos humanos de que Moçambique e signatário (Declaração Universal dos Direitos Humanos, Pacto Internacional sobre os Direitos Civis e Políticos, Carta Africana sobre os Direitos Humanos e dos Povos entre outros) ‘‘.

‘’Desde já, queremos de forma veemente e enérgica condenar esta acção maléfica e criminosa’’, refere-se ainda o comunicado que acrescenta que ‘’de igual modo, exigimos que as autoridades policiais e de justiça, encetem esforços no sentido de neutralizar os protagonistas e os levem a barra da justiça’’.

Num outro desenvolvimento, o comunicado da Renamo  vinca que ‘’porque acreditamos na graça Divina, estamos cientes de que um dia a justiça será feita na terra ou no céu’’.

(AIM)
JSA

Temos 209 visitantes e Nenhum membro online

Contacte-nos

Rua da Rádio - 112 - 5º Andar - Caixa Postal 896
+258 21313225/6
+258 21 313196